Pesquisar neste blogue

PROPÓSITO

A CONEXÃO RÁPIDA, CRÍTICA, ENTRE A IMAGEM E A PALAVRA.

O MUNDO E CONTROVÉRSIA.

A ARTE E A POESIA SOBRE A MESA.

A LIGAÇÃO A OUTROS BLOGUES.

PORTUGAL IMAGES:

PORTUGAL IMAGES:
ENTRER ... LA PORTE EST OUVERTE.

DUBITO ERGO COGITO ERGO SUM

DUBITO ERGO COGITO ERGO SUM
CLICAR NA IMAGEM

A REPÚBLICA DO MONTE ATHOS


A República do Monte Athos, em grego Άγιο Όρος, "Montanha Santa" mesmo pertencendo formalmente ao território da Grécia, onde mantém uma espécie de governador, é na verdade uma "entidade teocrática independente". Para entrar neste território é necessária uma permissão especial, não obstante a Grécia fazer parte da União Europeia e tenha abolido os controlos fronteiriços conforme o Tratado de Schengen.


O território desta pequena república está situado na península da Khalkidhikí, a 100 km a sudeste da cidade de Tessalónica e é habitado por cerca de 1500 monges ortodoxos distribuídos em vinte mosteiros principais. Cada um destes mosteiros elege o seu próprio superior e os representantes para a Santa Assembleia, que exerce o poder legislativo em todo Monte Athos.
A única forma de chegar ao Monte Athos é por barco, partindo da cidade de Ouranoupolis. Tratando-se de um território habitado por monges, só podem entrar homens e animais do sexo masculino.
Este pequeno enclave abriga preciosos tesouros artísticos: antigos manuscritos, ícones e afrescos pintados por ilustres representantes da pintura bizantina.


Desde as suas origens, a Montanha Santa hospedou místicos e mestres espirituais cujos escritos foram recolhidos no século XVIII numa célebre antologia, a Filocalia, um livro clássico da literatura católica ortodoxa que influenciou profundamente o mundo ortodoxo.


Sem comentários: