Pesquisar neste blogue

PROPÓSITO

A CONEXÃO RÁPIDA, CRÍTICA, ENTRE A IMAGEM E A PALAVRA.

O MUNDO E CONTROVÉRSIA.

A ARTE E A POESIA SOBRE A MESA.

A LIGAÇÃO A OUTROS BLOGUES.

PORTUGAL IMAGES:

PORTUGAL IMAGES:
ENTRER ... LA PORTE EST OUVERTE.

DUBITO ERGO COGITO ERGO SUM

DUBITO ERGO COGITO ERGO SUM
CLICAR NA IMAGEM

Ó Noite, Coalhada nas Formas de um Corpo de Mulher

Auto-retrato de Fernando Namora

Ó noite, coalhada nas formas de um corpo de mulher 
vago e belo e voluptuoso,  
num bailado erótico, com o cenário dos astros, mudos 
                                                                                 [e quedos. 
Estrelas que as suas mãos afagam e a boca repele, 
deixai que os caminhos da noite, 
cegos e rectos como o destino, 
suspensos como uma nuvem, 
sejam os caminhos dos poetas 
que lhes decoraram o nome. 
Ó noite, coalhada nas formas de um corpo de mulher! 
Esconde a vida no seio de uma estrela 
e fá-la pairar, assim mágica e irreal, 
para que a olhemos como uma lua sonâmbula. 

 Fernando Namora, in "Mar de Sargaços"

Pintura de Fernando Namora

Quando penso no universo: sua complexidade e imensidão, penso nos meus problemas e no quão pequenos eles são.

2 comentários:

Anónimo disse...

Caro amigo a responsabilidade de um blogger para com os seus seguidores começa nos conteúdos que transmite e da forma como o faz. Pelo menos para o tipo de internauta que, como nós, procura partilhar e dividir elementos das nossas raízes culturais. Como tal atrevo-me a sugerir que corrija o seu subtítulo que, como "porta de entrada", deixa antever um blog feito sem rigor ou interesse que pode enganar quem nele mergulha interessado em busca do conhecimento. Tal a controvérsia que espero não alimentar mantendo a minha identidade na sombra.

Cumprimentos.

.

Josmael Bardour disse...

A responsabilidade "amigo" quanto ao título ou conteúdos transmitidos começa como disse "como nós" no rigor ou interesse dos elementos transmitidos da nossa cultura e acaba quando alguém usa a cobardia do anonimato para comentar sem rigor de crítica construtiva.
Largue a sombra e ganhe o Sol.
Cumprimentos retribuídos.
JMBD