Pesquisar neste blogue

PROPÓSITO

A CONEXÃO RÁPIDA, CRÍTICA, ENTRE A IMAGEM E A PALAVRA.

O MUNDO E CONTROVÉRSIA.

A ARTE E A POESIA SOBRE A MESA.

A LIGAÇÃO A OUTROS BLOGUES.

PORTUGAL IMAGES:

PORTUGAL IMAGES:
ENTRER ... LA PORTE EST OUVERTE.

DUBITO ERGO COGITO ERGO SUM

DUBITO ERGO COGITO ERGO SUM
CLICAR NA IMAGEM

MACHU PICCHU


Machu Picchu, em quíchua Machu Pikchu, "velha montanha", também chamada "cidade perdida dos Incas", é uma cidade pré-colombiana bem conservada, localizada no topo de uma montanha, a 2400 metros de altitude, no vale do rio Urubamba, actual Peru. O quíchua  (qhichwa simi ou runa simi), também chamado de quechua ou quéchua, é uma importante família de línguas indígena da América do Sul, ainda hoje falada por cerca de dez milhões de pessoas de diversos grupos étnicos da Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador e Peru ao longo dos Andes. Possui vários dialectos inteligíveis entre si. É uma das línguas oficiais de Bolívia, Peru e Equador.


Machu Picchu foi construída no século XV, sob as ordens de Pachacuti, do quíchua Pacha Kutiq "O que muda a Terra", ou "Reformador da Terra", foi o nono governante do Império inca e seu primeiro imperador, entre os anos 1438 e 1471.
O local é, provavelmente, o símbolo mais típico do Império Inca, quer devido à sua original localização e características geológicas, quer devido à sua descoberta tardia em 1911. Apenas cerca de 30% da cidade é de construção original, o restante foi reconstruído. As áreas reconstruídas são facilmente reconhecidas, pelo encaixe entre as pedras. A construção original é formada por pedras maiores, e com encaixes com pouco espaço entre as rochas.


Consta de duas grandes áreas, a agrícola formada principalmente por terraços e recintos de armazenagem de alimentos e outra urbana, na qual se destaca a zona sagrada com templos, praças e mausoléus reais.
A disposição dos prédios, a excelência do trabalho e o grande número de terraços para agricultura são impressionantes, destacando a grande capacidade daquela sociedade. No meio das montanhas, os templos, casas e cemitérios estão distribuídos de maneira organizada, abrindo ruas e aproveitando o espaço com escadarias. Segundo a histórica inca foi tudo planeado para a passagem do deus sol.


O lugar foi elevado à categoria de Património mundial da UNESCO, tendo sido alvo de preocupações devido à interacção com o turismo, por ser um dos pontos históricos mais visitados do Peru.
Há diversas teorias sobre a função de Machu Picchu, a mais aceite afirma que foi um assentamento construído com o objectivo de supervisionar a economia das regiões conquistadas e com o propósito secreto de refugiar o soberano Inca e o seu séquito, mais resguardado em caso de ataque.


LUCIAN FREUD


O pintor Lucian Freud faleceu em Londres no dia 20 de Julho de 2011 com 88 anos e dupla nacionalidade, alemão, e britânico. Depois de 1939, desenvolveu os estilos surrealista, expressionista e realista, de uma forma marcante e inconfundível:
   


PREGUIÇA


A preguiça envolve a tinta das manhãs.
Uma coberta a invadir a cama o quarto a casa.
A luz é baça e morna.
A vontade um bicho invertebrado.
Por fora da preguiça tudo é vidro.
Preguiça não tem porta.
Só umbrais.
Ranhura em casca de ovo.
A preguiça vencer é um desafio -
transpor a abertura
ousar ir ao combate
sem temer arestas afiadas e
acreditar nos braços promissores do aloés.
Fiodor Vasiliev - Prado Húmido
HALO

HOMENAGEM


Um verdadeiro professor, todos os dias toma a cicuta do estoicismo.    
Se existe profissão bem digna de reverência é a de ser professor, por isso o meu apreço pelo sacrifício e abnegação vai para um amigo de seu nome Fábio Ferreira Brito, muito ilustre e digno professor de literatura portuguesa na Universidade de Letras de de S. Camilo, (Brasil, E.S.) que, gentil, me considera inteligente, sensível e culto:

"I veri amici sono quelli che si scambiano reciprocamente fiducia, sogni e pensieri, virtù, gioie e dolori; sempre liberi di separarsi, senza separarsi mai."  
(A. Bougeard)


Para Fábio a minha dedicatória de gratidão:

“Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.”
Cora Coralina
Poetiza e escritora brasileira

A minha homenagem a um grande poeta brasileiro, Mario Quintana:

AH! OS RELÓGIOS
Amigos, não consultem os relógios
quando um dia eu me for de vossas vidas
em seus fúteis problemas tão perdidas
que até parecem mais uns necrológios...

Porque o tempo é uma invenção da morte:
não o conhece a vida - a verdadeira -
em que basta um momento de poesia
para nos dar a eternidade inteira.

Inteira, sim, porque essa vida eterna
somente por si mesma é dividida:
não cabe, a cada qual, uma porção.

E os Anjos entreolham-se espantados
quando alguém - ao voltar a si da vida -
acaso lhes indaga que horas são...

Mario Quintana - A Cor do Invisível

PROJETO DE PREFÁCIO
Sábias agudezas... refinamentos...
- não!
Nada disso encontrarás aqui.
Um poema não é para te distraíres
como com essas imagens mutantes de caleidoscópios.
Um poema não é quando te deténs para apreciar um detalhe
Um poema não é também quando paras no fim,
porque um verdadeiro poema continua sempre...
Um poema que não te ajude a viver e não saiba preparar-te para a morte
não tem sentido: é um pobre chocalho de palavras.
Mario Quintana

RECOMEÇO

A COBARDIA EM ESTATÍSTICA



Aldeia global (estatística de 2006).
Como é que seria a violência sobre mulheres num mundo visto à escala reduzida, numa aldeia global de 1000 pessoas? (os números são baseados nas estatísticas da ONU, OMS e  organizações governamentais e não governamentais):
- 500 pessoas são mulheres;
- Seriam 510, mas 10 nunca chegariam a nascer devido ao aborto, por escolha de sexo ou morreriam devido a cuidados médicos inadequados;
- 300 são mulheres asiáticas;
- 167 dessas mulheres são espancadas ou expostas à violência durante a sua vida;
- 100 dessas mulheres serão vitimas de violação ou de tentativa de violação durante a sua vida.


O VOO DA GARÇA



“Liberdade, essa palavra
que o sonho humano alimenta
que não há ninguém que explique
e ninguém que não entenda.”
Cecília Meireles, em Romanceiro da Inconfidência


A CRIAÇÃO DE DEUS


O Grande Colisionador de Hadrões do CERN (Organisation Européenne pour la Recherche Nucléaire) é o maior acelerador de partículas e o de maior energia existente do mundo. O seu principal objectivo é obter dados sobre colisões de feixes de partículas, de protões, partícula "subatómica" que faz parte do núcleo de todos os elementos a uma energia de 7 TeV  (1,12 microjoules) por partícula.


O laboratório localiza-se num túnel com 27 km de circunferência, bem como a 175 metros abaixo do nível do solo na fronteira franco-suíça, próximo de Genebra, Suíça. O ensaio atingiu, o seu máximo pretendido em 2010. Explicando a experiência, pretendem os físicos conhecer a chamada “partícula de Deus”, que após o "Big Bang" na colisão de partículas entre matéria e antimatéria, gerou a matéria, mas falta identificar a partícula que fez com que a matéria saísse vitoriosa e criasse o cosmos em expansão e a eterna luta dos contrários.

Génesis "Faça-se Luz"

Há grande polémica entre cientistas sobre esta experiencia, à qual alguns alegam poder gerar um enorme “buraco negro” na Terra, cujas consequências são imprevisíveis.


CURIOSIDADES INTERESSANTES DO FOLCLORE


tarantella napoletana



La tarantella é uma dança de namoro de um casal ou casais, graciosa e elegante que apresenta uma música característica.  Conta a história que a dança da tarantella supostamente curativa ou sintomática, foi dançada a solo por uma suposta vítima atacada por uma "tarântula" (a viúva negra do Mediterrâneo); a agitação que durou várias horas ou mesmo até dias que pretende pelo suor expelir o veneno, fundou a música característica. Outras formas de dança foram e ainda são as danças do par (nem sempre por um casal de sexos diferentes), geralmente quer pelo namoro ou imitando uma luta de espadas. A confusão parece chegar a partir do facto de que as aranhas, os seus portadores "tarantolati" e as danças têm nomes semelhantes aos da cidade de Taranto, ou da província com o mesmo nome . 


Louis Armstrong



http://www.anaflavia.com.br/100anosdemusica/blues_louisarmstrong.htm

Rão Kyao o mágico da flauta


Rão Kyao, nome artístico de João Maria Centeno Gorjão Jorge é um músico e compositor português, famoso como intérprete de flauta de bambu e de saxofone. 


Flauta Magica dos Andes - Musica para Relaxar

Poemas del Alma

En el taller del alma maduran los deseos,
crece, fresca y lozana, la ternura,
imitando tu sombra,
inventando tu ausencia
tan honda y sostenida.

Hoy te sueño,
amante:
estrella en alto, huella
de una violeta lenta.

Oscuramente bella la soledad germina en torno de mi cuerpo.
Hoy te sueño, amante:
jugamos a la brisa y al frío.
Tu nombre suena como tibia pureza inimitable.

Y del cielo a la tierra,
de aquella estrella en alto al dulce ruido de tu pecho,
bajan con inefable rapidez
y como espuma roja
apresurados besos,
recios besos,
crueles besos de hielo en mi memoria.

Un grito de agonía, una blasfemia
vuelve grises tus senos,
y mi sueño,
y esa noble fragancia de tu sexo.
¿Qué esperamos, hermana,
de esta reciente aurora
que nos fatiga tanto?
Mira la estrella,
es blanca, no es azul.
Mírala, y que tus ojos perduren como rosas perfectas.
Poemas de Efraín Huerta

DOMANI

DOMANI

sputerò sulle parole
infuocate
senza lasciare
spazio
al vento
Ci sono ma non sono io
DOMANI
spegnerò lo strazio
dei lamenti
senza lasciare
spazio
al tempo
L'illusione del mio esserci
è più forte dell'assenza di
DOMANI
Agata Sapienza