Pesquisar neste blogue

PROPÓSITO

A CONEXÃO RÁPIDA, CRÍTICA, ENTRE A IMAGEM E A PALAVRA.

O MUNDO E CONTROVÉRSIA.

A ARTE E A POESIA SOBRE A MESA.

A LIGAÇÃO A OUTROS BLOGUES.

PORTUGAL IMAGES:

PORTUGAL IMAGES:
ENTRER ... LA PORTE EST OUVERTE.

DUBITO ERGO COGITO ERGO SUM

DUBITO ERGO COGITO ERGO SUM
CLICAR NA IMAGEM

JOÃO DE DEUS (biografia)


A um Retrato
Amo-te, flor! Se te amo, Deus que o sabe 
Que o diga a teus irmãos, que o Céu povoam 
E ébrios de glória cânticos entoam 
A quem no mar, na Terra e Céus não cabe. 

Se te amo, flor! que o diga o mar que expele 
Quanto é domínio, e beija humilde a praia... 
Se mal que a Lua lá das ondas saia 
Nas rochas me não vê gemer com ele! 

Amo-te, flor! Se te amo, o Sol que o diga: 
Quando lá da montanha aos Céus se eleva, 
Se entre os vermes do pó, que o vento leva, 
Me banha a mim também na luz amiga. 

Se te amo, flor? Sem ti... que noite escura, 
Meu céu, meu campo em flor, meu dia e tudo! 
Diga-te a noite minha se te iludo, 
Se em vida já sem ti sonhei ventura! 

O anjo que no berço humilde e escasso 
Do Céu me veio alumiar piedoso 
E em lágrimas e riso, pranto e gozo, 
Desde então me acompanha passo a passo; 

És tu! Amo-te e muito! O que flutua 
Na fornalha que o sopro eterno acende, 
Não beija a mão do anjo que o suspende 
Com mais amor que eu beijo a sombra tua! 


João de Deus, in 'Campo de Flores'

Sem comentários: