Pesquisar neste blogue

PROPÓSITO

A CONEXÃO RÁPIDA, CRÍTICA, ENTRE A IMAGEM E A PALAVRA.

O MUNDO E CONTROVÉRSIA.

A ARTE E A POESIA SOBRE A MESA.

A LIGAÇÃO A OUTROS BLOGUES.

PORTUGAL IMAGES:

PORTUGAL IMAGES:
ENTRER ... LA PORTE EST OUVERTE.

DUBITO ERGO COGITO ERGO SUM

DUBITO ERGO COGITO ERGO SUM
CLICAR NA IMAGEM

OS AFRESCOS DE POMPEIA


Os Arqueólogos da era vitoriana (1817) que fizeram escavações sistemáticas nas antigas ruínas de Pompeia ficaram chocados com o que viram. Entre os belos afrescos e obras de arte encontraram muitas pinturas e esculturas que retratavam sexo explícito. Escandalizadas com a sua natureza libidinosa, as autoridades, encerraram-nas e guardaram-nas em museus secretos retirando-as ao conhecimento público. Para classificar esses artefactos explícitos, cunharam, pela primeira vez, o termo “pornografia” (do grego "pornē", prostituta, e "grafos", escritos sobre), abertos definitivamente ao conhecimento no ano 2000.
Hoje a pornografia, é definida como “figuras, fotografias, filmes, espectáculos, obras literárias ou obras de arte, relativos a assuntos inerentes, ou que tratam de coisas ou assuntos (literatura, contos poesia etc.,) ditos obscenos ou licenciosos, capazes de motivar ou explorar o lado sexual libidiniso do indivíduo."
Actualmente a pornografia  - erotismo e sensualidade - está em toda parte e parece ser aceite pela maioria esclarecida. Outrora restrita a “cine pornos” e zonas de prostituição, hoje ocupa um lugar importante em muitas comunidades. Há os que promovem a pornografia como uma forma de “revitalizar” casamentos monótonos. Certa escritora diz: “Ela estimula fantasias sexuais. Ensina a pessoa a ter prazer no sexo.” Para outros, a pornografia incentiva a tratar o sexo com franqueza, sem tabus. “A pornografia beneficia as mulheres”, diz a escritora Wendy McElroy, a libertar preconceitos sociais que há muitos anos as têm subjugado, pelos dogmas das religiões e pelos enraizados conceitos sociais vitorianos, até aos nossos tempos. 


http://sensualitepourvous.blogspot.pt/p/diferencas-entre-sensualidade-erotismo.html

Sem comentários: